O GLOBO, ESTADÃO, G1, ENTRE OUTROS PODEM ESTAR ENTRE OS 19 BILHÕES DE SONEGAÇÃO DE IMPOSTO.

O GLOBO, ESTADÃO, G1, ENTRE OUTROS PODEM ESTAR ENTRE OS 19 BILHÕES DE SONEGAÇÕES DE IMPOSTOS.

Em artigo sobre o comportamento da mídia após a denúncia da Odebrecht contra José Serra, o jornalista George Marques, que escreve sobre os bastidores da política, analisa: "Passado quase 48 horas que a matéria da Folha denuncia que o ministro José Serra (PSDB) teria recebido cerca de R$ 23 milhões em propina, fruto de corrupção e caixa dois da Odebrecht, os jornais O Globo, Estadão, G1, entre outros veículos e articulistas da Grande Imprensa sequer tocam no assunto. Houve um cala-boca geral nas redações. Esse tipo de conveniência faz parte do jornalismo de omissão, de compadrio, do jornalismo rasteiro e imoral"; "Capturado pelo poder econômico, o jornalismo no Brasil passa por um momento de descrédito, subserviência e de proteção conveniente. 

Operação Zelotes 

A Operação Zelotes, deflagrada pela Polícia Federal em março de 2015, investiga um dos maiores esquemas de sonegação fiscal já descobertos no Brasil. Os prejuízos aos cofres públicos são estimados em R$ 6 bilhões, valor maior do que o desviado no esquema investigado pela Operação Lava Jato. Enquanto na Suécia os jornais colocam a ética até mesmo acima das leis, no Brasil seus pares usam seu poder seletivo para cobrir fatos conforme interesses políticos e financeiros. A imprensa brasileira, nesse sentido, continua primitiva e longe dos ideais do que seja uma mídia livre e imparcial. O grave é que os veículos passam ao público a percepção de que são fiscais da sociedade, preocupados com o bem-estar e a lisura. Um ato sofisticado de cinismo.
As redes sociais ainda estão longe de ter a força e a influência para mobilizar a sociedade em torno de assuntos áridos. A ação conjunta e contínua de veículos alternativos e blogs de contestação mostra-se, por enquanto, incapaz de provocar uma reação popular e em rede em condições de mudar o estado das coisas. A população reage na medida proporcional em que é vítima direta, aguda, constante, objetiva e simplificada da opressão e da carência. As pessoas, no Brasil, pobres de educação política e leitura, não conseguem fazer conexões tão distantes e complexas. Ou seja, se não está na grande imprensa, é como se não existisse. Por também serem “invisíveis” para a imprensa, sofrem do descaso público as parcelas mais vulneráveis da sociedade, que saem às ruas em movimentos reivindicatórios por acesso aos bens sociais. Mas como as mobilizações se dão na periferia, longe dos olhos da classe média e da elite, elas são ignoradas pela imprensa, deixando o Estado em situação confortável para manter seu desprezo pelas camadas populares. 

O seu apoio é muito importante
 ASSINE o FORA TEMER.
AJUDE O BRASIL  ASSINE A PETIÇÃO
 ASSINE A PETIÇÃO CONTRA O GOLPE

"Original Casi Souza"...

Clique no Olho Assista o vídeo e comente o que Sentiu Acredita em Visões?  Clique no Olho e sinta através da Energia escondida em você !




Palavras ao Vento " CASI Profetizando O AMOR"  

Comentários
0 Comentários